Narkomfin

narkofim

Concluindo: conservação, restauro e reabilitação são legítimos desde que se mantenham fieis à noção do Narkomfin como um Futuro Passado. Isso implica conservar-lhe a sua lógica de “martelo”. A alteração do uso não pode pôr isto em causa sobe pena do “martelo” virar “espelho”. Não conhecendo o projecto em profundidade, temo que tal poderá acontecer relativamente à ideia de transformação do Narkomfin em Hotel. Hipoteticamente podemos estar perante um fenómeno de gentrificação. Estamos no entanto perante a invasão de uma lógica capitalista global, transformando uma das mais inovadores experiências no campo da habitação numa experiência mais ou menos lúdica, mais ou menos circunstancial, ignorando o carácter subversivo que o edifício contém no seu ADN e tornando-o em algo dócil e mercantilizado.

A história repete-se, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa

Karl Marx, O 18 de Brumário de Luís Bonaparte

gentrificação (do inglês gentrification) o fenômeno que afeta uma região ou bairro pela alteração das dinâmicas da composição do local, tal como novos pontos comerciais ou construção de novos edifícios, valorizando a região e afetando a população de baixa renda local. Tal valorização é seguida de um aumento de custos de bens e serviços, dificultando a permanência de antigos moradores de renda insuficiente para sua manutenção no local cuja realidade foi alterada

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s